4 minutos de leitura

Listamos 4 coisas que você deve evitar ao máximo, ou estará correndo um sério risco de tornar os livros inimigos dos seus filhos

Guia de Pai

Você já deve estar cansado de saber que a leitura é um hábito fundamental para o desenvolvimento das crianças. Mas é bom ter cuidado, porque atitudes aparentemente inofensivas podem fazer seus filhos pegarem raiva dos livros.

Não é fácil competir com os games e as redes sociais (YouTube, TikTok, Instagram, entre outras), por isso é necessário ter estratégia para não tornar a leitura algo tedioso e chato.

Para te ajudar nessa tarefa, listamos 4 coisas que você deve evitar ao máximo. Ou estará correndo um sério risco de tornar os livros inimigos dos seus filhos. Veja abaixo:

1 – Escolher livros inadequados

Tome o cuidado de oferecer para o seu filho livros que sejam cativantes, que atraiam a sua atenção. Isso é fundamental pra que ele tenha interesse em ler. 

Assim, vale a pena observar os temas que seu filho gosta e encontrar histórias relacionadas a ele. Por exemplo, se ele tem afeição por animais de estimação, buscar livros que tenham personagens assim é uma boa.

Algo que pode ajudar muito nesse sentido é contar com o auxílio de um clube de assinatura de livros como a Leiturinha. Eles oferecem uma curadoria especializada, que conhece os melhores livros para cada fase da infância, com as temáticas mais adequadas e materiais mais interessantes para o desenvolvimento das crianças.

Desse modo, as chances de que seus filhos tenham mais vontade de ler são maiores. Além disso, eles não vão ler por obrigação, mas sim como uma atividade de lazer. 

Assim, ler se torna uma ação simples e contagiante e ele pode, consequentemente, desenvolver um hábito

2 – Não ter um momento de leitura bem definido

Já falamos várias vezes aqui sobre o quanto é importante que a criança tenha uma rotina organizada. Por isso, o hábito de ler pode ser incorporado em um momento específico do dia a dia. 

É possível incluí-lo na hora de dormir, em algum instante no final da tarde ou em um horário especial do final de semana. O mais importante é a permanência desse momento na rotina da família. 

Mesmo que a duração não seja muito longa, é essencial preservar esse hábito e mantê-lo durante o desenvolvimento da criança. As histórias podem ser escolhidas para acompanhar o crescimento de seu filho e a mudança de seus interesses.

3 – Fazer do momento de leitura algo formal e silencioso

Ler com as crianças deve ser um hábito feliz e com uma conotação de brincadeira. Afinal de contas, como convencer os pequenos de que ler é legal, se eles não podem se divertir durante essa atividade?

Use fantoches, crie vozes especiais para as narrativas e incorpore elementos de casa na hora de transformar um livro em uma história envolvente. Assim, você pode convidar a criança a participar da leitura, criar seus próprios sons e vozes e assumir um papel protagonista na atividade.

4 – Não exercitar em você mesmo o hábito da leitura

De nada adianta se esforçar tanto para que seus filhos adquiram o hábito de ler se você não dá o exemplo. Para despertar nas crianças o prazer pela leitura é importante que elas acreditem que essa atividade realmente é prazerosa.

Além de ler com os seus filhos, faça também com que eles te vejam lendo sempre que possível. 

Assim eles perceberão que você realmente gosta de ler e vão entender que é algo agradável.

Essa matéria faz parte do Meu Pai Lê Comigo, um Canal Especial Papo de Pai e Leiturinha, com o objetivo de criar conteúdos que incentivem e apoiem a participação dos pais na alfabetização de seus filhos.

Clique aqui pra assinar e ganhar um organizador exclusivo.

Seja o primeiro a comentar!

Deixe um comentário

Nossos Parceiros