2 minutos de leitura

A maioria dos comentários foi direcionada às garotas que usavam vestidos “inapropriados” e “provocativos”. Além disso, o pai foi chamado de “louco” por tê-las autorizado a usar os vestidos.

Guia de Pai

Matt Austin é um pai da Flórida, nos Estados Unidos, que infelizmente viveu uma situação que lhe mostrou o machismo da sociedade e precisou defender suas duas filhas de críticas da internet.

As duas meninas foram vítimas de ataques na rede e cyberbullying após aparecerem em uma fotografia com vestidos de gala antes de um baile da escola.

A foto havia sido postada por Matt, em sua conta do Facebook. O pai fez o post com o objetivo de mostrar o orgulho que sente de suas filhas: “Minhas filhas estão lindas para o baile”, escreveu ele em seu perfil no Facebook.

A maioria dos comentários foi direcionada às garotas que usavam vestidos “inapropriados” e “provocativos”. Além disso, o pai foi chamado de “louco” por tê-las autorizado a usar os vestidos.

Matt é um conhecido apresentador de televisão estatal e também recebeu muitos comentários de ódio e críticas. Alguns usuários o culparam por “expor” suas filhas e criticaram sua forma de paternidade.

Depois disso, ele decidiu fazer um vídeo no TikTok para demonstrar sua revolta com a situação. “Eu compartilhei porque achei que era um post bem inofensivo sobre minhas filhas ficarem lindas, mas alguns dos comentários vão te surpreender”, escreveu ele na legenda.

Pai defende filhas que foram criticadas por usarem vestidos ‘provocantes’: “Melhor não criar pervertidos”

Ele aproveitou para acrescentar que o trabalho dos pais, em vez de limitar suas filhas a se vestir, é quebrar os paradigmas do machismo e ensinar o respeito às mulheres.

“É seu trabalho não criar pervertidos sem autocontrole”, disse ele.

Pai defende filhas que foram criticadas por usarem vestidos ‘provocantes’: “Melhor não criar pervertidos”

Matt admitiu que pode não gostar de todas as roupas de suas filhas, mas é mais importante para ele que elas possam crescer se sentindo confortáveis ​​com quem são e com o que gostam.

“Eu ficaria desapontado se minhas filhas crescessem para ser o tipo de adulto que vai nas mídias sociais e rebaixa a aparência de outras adolescentes nos perfis de seus pais no Facebook. Isso que eu chamo de lixo”, encerrou.

Com informações de UPSOCL

Seja o primeiro a comentar!

Deixe um comentário

Nossos Parceiros