No último sábado (23), o Flamengo venceu a Libertadores da América ao derrotar o River Plate. Foi nesse dia que um tio vascaíno resolveu torcer pelo flamengo para que o sobrinho pudesse relembrar os tempos em que torcia com seu pai.

Na ocasião, a vendedora Mayra Mendes, moradora de Belém (PA), compartilhou um lindo relato nas redes sociais sobre o marido e seu sobrinho.

Tio vascaíno veste a camisa do Flamengo para torcer com sobrinho que perdeu o pai - Papo de Pai

 

“Hoje como todos sabem era a final da Libertadores, e esse garotinho aí da foto é meu sobrinho. Flamenguista fanático, igual a meu irmão, pai dele, que faleceu a um ano“, disse.

Tradicionalmente, pai e filho sempre assistiram às partidas do time rubro-negro juntos. “Essa paixão passou pro meu sobrinho”, diz Mayra no post.

Com o falecimento do pai, o menino não tinha com quem assistir os jogos.

Não é apenas futebol

Tio vascaíno veste a camisa do Flamengo para torcer com sobrinho que perdeu o pai - Papo de Pai

“Hoje meu esposo teve de ir na casa da minha mãe e quando chegou, meu sobrinho estava sozinho e estava quase começando o jogo.

“Ele é vascaíno doente, e não gosta do Flamengo, mas quando viu meu sobrinho sozinho não aguentou e pensou que provavelmente meu irmão estaria torcendo junto com o ele hoje“, relatou Mayra em seu post.

Tio vascaíno veste a camisa do Flamengo para torcer com sobrinho que perdeu o pai - Papo de Pai

Sem pensar duas vezes, o marido de Mayra chamou o sobrinho para ir assistir o jogo com ele. Os dois foram para casa e acompanharam, desesperados o primeiro tempo, que dava vantagem ao time argentino.

Durante o intervalo, eles foram buscar Mayra no trabalho e, juntos, terminaram de assistir à partida, emocionante por sinal, com uma virada épica no final do segundo tempo. Foram dois gols marcados em três minutos.

Família torcendo para o Flamengo

Tio vascaíno veste a camisa do Flamengo para torcer com sobrinho que perdeu o pai - Papo de Pai

A vitória dramática do seu time do coração certamente ficará na memória desse menino, em especial quando ele lembrar que esteve acompanhado de sua família, que dividiu com ele a angústia da possível derrota e a emoção incrível da virada e conquista do título.

“Meu esposo quis dar a ele a sensação de ter com quem torcer. Quis de alguma forma suprir essa figura paterna em uma final tão importante que provavelmente seria compartilhada entre pai e filho”, diz Mayra.

Tio vascaíno veste a camisa do Flamengo para torcer com sobrinho que perdeu o pai - Papo de Pai

E sabe o que mais aconteceu? O esposo da vendedora ficou tão empolgado que comprou uma camisa do rival, às pressas, para torcer com o sobrinho.

“Isso me marcou muito e só queria compartilhar esse momento com vocês. É aquela coisa: nunca será só futebol!”, concluiu.