2 minutos de leitura

Recentemente assisti ao documentário “O Dilema Social” (Netflix), que expõe como as redes sociais podem usar nossas informações para nos manipular, criar bolhas de informação e um sistema onde a ânsia por aprovação leva a ansiedade, depressão e suicídio. Isso não acontece porque as redes sociais são muito legais e informativas (embora também o sejam!), mas […]

Guia de Pai

Recentemente assisti ao documentário “O Dilema Social” (Netflix), que expõe como as redes sociais podem usar nossas informações para nos manipular, criar bolhas de informação e um sistema onde a ânsia por aprovação leva a ansiedade, depressão e suicídio.


Isso não acontece porque as redes sociais são muito legais e informativas (embora também o sejam!), mas porque engenheiros super competentes usam de todo o conhecimento existente em psicologia para nos persuadir, usando a dopamina (neurotransmissor que ajuda a regular funções como o prazer e o humor) para nos viciar.

Para nós pais esse documentário é importantíssimo!

Se mesmo adultos somos vulneráveis às redes sociais (quem aqui nunca foi ver uma mensagem e passou 20 minutos rolando o feed?) imagina nossas crianças que nasceram já com a presença das redes.


Pra se ter uma ideia do desafio, após o surgimento das redes sociais nos celulares a taxa de internação nos EUA por autoflagelação de pré-adolescentes quase triplicou, a de suicídio aumentou 151%! É um misto de assustador e triste.

O documentário alerta ainda para a influência das redes sociais na baixo autoestima de pré-adolescentes, que buscam cada vez mais cedo pelo sentimento de aprovação nas redes sociais.

E ai, é urgente iniciarmos uma discussão sobre o uso consciente das redes, não acha? Como você lida com elas aí na sua casa?

Seja o primeiro a comentar!

Deixe um comentário

Nossos Parceiros