2 minutos de leitura

Sabemos que a pandemia trouxe muita dor e perdas. Ela afetou diretamente todas as áreas de nossas vidas, até mesmo o que entendemos de nutrição. Para avaliar isso, uma pesquisa recente mostrou que o período que estamos vivendo interferiu em nossos hábitos alimentares. O estudo NutriNet Brasil, feito pelo Núcleo de Pesquisas Epidemológicas em Nutrição e […]

Guia de Pai

Sabemos que a pandemia trouxe muita dor e perdas. Ela afetou diretamente todas as áreas de nossas vidas, até mesmo o que entendemos de nutrição.

Para avaliar isso, uma pesquisa recente mostrou que o período que estamos vivendo interferiu em nossos hábitos alimentares.

O estudo NutriNet Brasil, feito pelo Núcleo de Pesquisas Epidemológicas em Nutrição e Saúde da Universidade de São Paulo (USP), trouxe informações de 10 mil voluntários, avaliando como sua alimentação mudou no período de pandemia.

Os resultados mostram que, de maneira geral, o consumo de alimentos como hortaliças, frutas e feijão aumentou muito. Quanto maior a escolaridade da pessoa, mais os índices de melhora se acentuam. Porém, o inverso também se aplica, pois, para pessoas de baixa renda, o quadro piorou.

Além disso, o consumo de ultraprocessados, como biscoitos, pães e bolachas, se elevou, o que pode causar problemas futuros como diabetes, obesidade e doenças cardiovasculares. 

A pesquisa também revela que a maioria dos brasileiros ganhou peso e aumentou o consumo de álcool nesse período. Porém, por outro lado, muitas famílias passaram a cozinhar mais em casa e, por isso, consumir mais alimentos saudáveis.

E por aí? Como a pandemia influenciou sua alimentação?

 

Seja o primeiro a comentar!

Deixe um comentário

Nossos Parceiros