2 minutos de leitura

Apesar da depressão pós-parto na mulher ser mais abordada, o quadro também pode se manifestar em homens. Estudos apontam que até 10% dos homens que acabaram de ser pais podem sofrer com a doença.

Guia de Pai

Diferente da mulher, o homem não passa pelas mesmas mudanças fisiológicas ao se tornar pai. No entanto, sua saúde emocional pode ficar tão abalada quanto o da mãe.

Cuidar de um bebê recém-nascido envolve muita dedicação, noites sem dormir e aparecem muitas dúvidas sobre as coisas certas a se fazer. Toda essas preocupações podem levar à depressão masculina pós-parto.

Esse ainda é um assunto recente e pouco comentado. Contudo, pesquisas apontam que o problema realmente existe, merece atenção e deve ser tratado. Um estudo realizado em 2020, por um especialista da Universidade de San Diego (EUA), revelou que 10% dos homens apresentaram algum tipo de depressão e 18% deles tiveram manifestações de transtorno de ansiedade após o nascimento dos filhos.

Causas e sintomas da depressão paterna

Estudos comprovam que os sintomas depressivos nos homens têm origem em questões como: dificuldades em compreender o novo papel como pai, dúvidas e preocupações diversas sobre a criação do filho, afastamento da vida social e noites sem dormir.

Além de que, como os homens – geralmente – voltam para o trabalho mais cedo e acabam participando menos dos cuidados com a criança, muitos deles desenvolvem o sentimento de culpa por não conseguir dar a atenção devida à criança.

Também é importante observar sintomas, como:

  • Atitudes impulsivas
  • Agressividade
  • Tristeza profunda e choro frequente
  • Insegurança
  • Perda de apetite
  • Alterações no sono, levando à insônia
  • Falta de motivação
  • Dificuldade para se concentrar em qualquer tarefa

Depressão comum X Depressão pós-parto: existe alguma diferença?

Os sintomas são semelhantes, mas a diferença é que a depressão pós-parto, como o nome diz, ocorre logo após o nascimento da criança e envolve também o vínculo do pai com o filho. Por vezes, o homem pode ter dificuldades em cuidar do recém-nascido ou apresentar uma proteção excessiva com ele.

Vale lembrar que nos primeiros dias após o nascimento da criança é normal o pai sentir muitas mudanças na rotina e surgirem muitas dúvidas sobre os cuidados com o bebê. O cansaço, a irritabilidade, o desespero e a insegurança podem aparecer, é muito comum.

No entanto, se os sintomas ficarem mais intensos e se prolongarem muito, é importante procurar ajuda de profissionais da saúde.

Seja o primeiro a comentar!

Deixe um comentário

Conteúdo Relacionado

Nossos Parceiros