Criança perdida na praia? Coloque-a nos ombros e peça que todos batam palmas
Um projeto idealizado em São Paulo está contagiando banhistas das praias de todo o País. A inspiração veio de uma prática comum na Argentina e...

Um projeto idealizado em São Paulo está contagiando banhistas das praias de todo o País. A inspiração veio de uma prática comum na Argentina e atraiu a atenção dos idealizadores do projeto.

Palmas, que parecem brincadeira, são, na verdade, um sinal. Toda vez que alguém encontra uma criança perdida na praia, a pessoa a coloca sobre os ombros e começa a bater palmas. Quem está em volta repete o gesto até despertar a atenção dos familiares do desaparecido.

Criança perdida na praia - Coloque-a nos ombros e peça que todos batam palmas - Papo de Pai

No domingo, isso aconteceu em Copacabana. Um policial teria localizado uma criança perdida e deu início à sequência de palmas, alertando os banhistas. A atitude foi compartilhada nas redes sociais, onde frequentadores da praia apoiaram a iniciativa. A PM não soube informar se a criança foi reencontrada por causa do gesto. Apesar da atitude do PM, a corporação informou que, por enquanto, ainda não há orientações a respeito para este tipo de ação.

Criança perdida na praia? Coloque-a nos ombros e peça que todos batam palmas

Na internet, frequentadores da Praia de Copacabana apoiaram a ação. “Vamos continuar, pois dá certo em outros lugares e aqui também está dando. Esse é o melhor método”, disse uma mulher. “Vai ajudar bastante o trabalho dos guardas municipais, bombeiros e policiais”, afirmou outra pessoa. Uma moradora lembrou de outro caso: “Aconteceu o mesmo na Siqueira Campos. A criança estava com uma senhora e, com as palmas, logo, logo o Pai localizou o filho. Brilhante ideia!”, escreveu.

Em Vitória/ES essa prática já está sendo utilizada também. O secretário de Segurança Urbana Fronzio Calheira Mota afirma que nessa época do ano aumenta a incidência de crianças perdidas nas praias e, por isso, é importante que os banhistas adotem a iniciativa.

Criança perdida na praia - Coloque-a nos ombros e peça que todos batam palmas - Papo de Pai

“Colocar a criança em um lugar alto é algo lógico, porque ela é pequena, se andar dada a mão dificilmente o pai que está procurando vai vê-la, em cima do ombro a possibilidade de visualização é maior. Se as pessoas também comprarem a ideia e de fato aplaudirem quando a criança for encontrada, vai ajudar muito”, disse.

Gostou da ideia? Então compartilhe essa matéria com seus amigos pra que mais pessoas tomem ciência da importância dessa prática.

**********

Quer ficar por dentro de tudo o que está rolando no Papo de Pai? Então conheça a nossa Mentoriacadastre-se em nossa comunidade, faça parte do nosso grupo no Whatsapp e siga a gente nas redes sociais: Facebook | Instagram | Youtube | Twitter

**********

 

Publicado em qua, 18/01/2017
Redação Papo de Pai
Formada por Jornalistas, Publicitários e profissionais de outras áreas que colaboram direta e/ou indiretamente com o site Papo de Pai.

Posts mais vizualizados


© 2016 / Todos os direitos reservados.