[ editar artigo]

Usar a tecnologia para acalmar uma criança impede que ela aprenda e se conheça

Os mais variados impactos que a tecnologia pode ter na formação das crianças é algo discutido e estudado por diversos especialistas, das mais variadas áreas.

Ao contrário do que se pode pensar de imediato, existem vários aspectos positivos que merecem destaque quando as inovações tecnológicas são utilizadas de maneira correta.

Usar um telefone celular para acalmar uma criança impede que ela aprenda a acalmar a si mesma - Papo de Pai

No entanto, o uso inadequado de celulares, tablets ou qualquer outro instrumento semelhante, pode acarretar em sérios problemas para as crianças e adolescentes.

O principal problema apontado por pesquisadores tem relação com a inteligência emocional dos pequenos.

Usar um telefone celular para acalmar uma criança impede que ela aprenda a acalmar a si mesma - Papo de Pai

Pense nessa cena: Um pai, sem paciência com a birra de seu filho em um local público, dá um celular em sua mão para que a criança fique quieta e entretida.

Uma descrição muito comum não é? Pois isso interfere diretamente na incapacidade da criança em lidar com seus próprios sentimentos.

Usar um telefone celular para acalmar uma criança impede que ela aprenda a acalmar a si mesma - Papo de Pai

Em um artigo recente publicado pelo jornal Aleteia, tais aparelhos como o celular e o tablet tem se tornado dentro do cotidiano familiar uma espécie de doce eletrônico. Confira abaixo trechos do artigo:

"É uma maneira de dizer à criança: “ Acreditamos que você não pode fazer nada além de tomar o doce para se acalmar. Você nos deixa em paz e nós mostramos novamente que você não pode se divertir ou se acalmar . A criança poderia responder: Você não me ensinou ”.

Usar um telefone celular para acalmar uma criança impede que ela aprenda a acalmar a si mesma - Papo de Pai

"A mãe, que não pegou o celular porque quase não era usado, olhou-o com mais ou menos atenção, mas sorria sempre que a criança buscava aprovação nos olhos (…) Então a criança entrava no consultório do pediatra e tantas novidades. Eles saíram em êxtase".

"Os carrinhos de criança em miniatura voltaram à bolsa da mãe e a criança saiu do escritório tão feliz. A mãe acreditava firmemente que a criança só se divertia porque recebera aulas de auto-relaxamento em casa. E se os carrinhos o cansassem, ele pegava um papel e alguns lápis da bolsa (um pouco como Mary Poppins) e colocava a criança para desenhar ".

Aprender que tudo é um processo

Usar um telefone celular para acalmar uma criança impede que ela aprenda a acalmar a si mesma - Papo de Pai

Vivemos em uma sociedade onde não é mais possível abrir mão de tais aparatos tecnológicos. Mesmo que os pais decidam abolir de seus lares qualquer tipo de aparelho, a criança terá contato mais cedo ou mais tarde com tais "brinquedos", seja na escola ou na casa de amigos. A modernidade não pode ser algo para se enfrentar e sim coexistir.

Não podemos nunca nos esquecer de que nada é mais válido e eficaz do que uma boa conversa, um diálogo sincero e amigo. Tenha certeza de que seu filho irá valorizar esse tempo dedicado.

Toda criança deve aprender como lidar com seus sentimentos, entender e se conhecer. Isso resultará em um adolescente mais capaz de enfrentar a árdua tarefa de se tornar um adulto bem resolvido.

Os pais, por sua vez, precisam entender que são um espelho para seus filhos e o próprio comportamento de se manter "internado" em uma tela de celular sem dúvida irá incentivar a criança a fazer o mesmo.

Eletrônicos podem ajudar e divertir mas devem ser usados como apenas mais uma ferramenta e não como muleta para pais sem paciência para ensinar e também aprender, já que na paternidade tudo é um processo.

Com informações de : Revista Pazes

https://www.revistapazes.com/usar-um-telefone-celular-para-acalmar-uma-crianca-impede-que-ela-aprenda-a-acalmar-a-si-mesma/

Ler matéria completa
Indicados para você