[ editar artigo]

Pai cria super-herói autista inspirado na história do próprio filho

Pai cria super-herói autista inspirado na história do próprio filho

Um pai apaixonado por quadrinhos criou um super-herói autista inspirado no próprio filho e uniu amor, representatividade e arteterapia em único gesto.

Leo Bradshaw, morador de Nova York, é ilustrador profissional e pai do menino Jake. Quando seu filho tinha por volta de 3 anos, Leo e sua esposa resolveram buscar ajuda para compreender a dificuldade de comunicação e relacionamento que o garoto apresentava na escola e, assim, chegaram ao diagnóstico de autismo.

Ao pesquisar formas de auxiliar Jake, Leo descobriu que exercícios de arteterapia poderiam ajudar e, apaixonado por quadrinhos, começou a praticar desenho com seu filho e usar esse momento para estabelecer conexão e comunicação.

O resultado foi ótimo e o garoto começou a expressar sua personalidade, ficar mais confiante e melhorar sua forma de se comunicar!

Mas o pai não parou por aí, afinal, não há limites para se conectar com um filho! 

Leo conta que “Jake estava na segunda série e teve uma reunião de pais e professores sobre a capacidade dele de se lembrar, como ver palavras e soletrar”. Diante disso, o pai usou as palavras que as crianças estavam aprendendo para criar cartões com super-heróis parecidos com Jake e ajudar o menino no desenvolvimento da fala.

Também criou um exercício baseado em desenhar a si mesmo como um super-herói e, por meio dessa atividade, procurou auxiliar seu filho a interagir com outras crianças.

Foi assim que nasceu "Jake Jetpulse",  o super-herói inspirado em Jake. "Havia Jake voando, correndo muito rápido, então ele aprendeu as palavras 'correr' e 'pular'", disse o pai em entrevista ao programa Today Show.

Jake gostou tanto de se ver como um herói que passou a criar várias histórias e contá-las ao pai para que, juntos, transformassem em desenho. "Vejo que ele está mais confiante, mais sociável e é bom vê-lo feliz e envolvido - ele está realmente interessado em todo o processo", disse Leo. 

A série de "Jake Jetpulse" já conta com 5 livros publicados e traz histórias do super-herói em situações do contexto educacional, auxiliando a desenvolver a interação e comunicação, uma dificuldade frequente em crianças autistas. “Existem indivíduos incríveis e excepcionais que estão no espectro do autismo. Eu queria criar algo que desse esperança às pessoas", disse Leo.

Os livros podem ser encontrados neste link e têm ajudado a criar uma comunidade de pais, amigos e professores que trocam ideias e experiências sobre o espectro autista. 

"Mesmo sendo uma ação colaborativa, é mais como uma carta de amor para o meu filho, onde posso realmente ensiná-lo a ser um bom ser humano, a trabalhar o seu melhor, para fazer o seu melhor”, concluiu Leo. Incrível, não é?

Papo de Pai
Tomás Dotti
Tomás Dotti Seguir

Trabalhando diariamente pra me tornar o grande homem que minhas filhas acreditam que eu sou e inspirando outros homens a fazerem o mesmo. Fundador e Community Manager do Papo de Pai.

Ler conteúdo completo
Indicados para você