[ editar artigo]

O mundo está muito chato para sermos autênticos

O mundo está muito chato para sermos autênticos

Fotos diárias. Takes do café da manhã com as crianças. Likes do novo treino na academia e fotos das mais variadas xícaras de café. A pandemia nos trouxe uma enorme carga mental e uma utilização incessante das redes sociais. Comece o dia com a frase de seu guru favorito, tome café com sua xícara mais "instagramável", corra com seu app mais "irado" e publique, publique e publique de novo.... assim por diante.

Focamos mais tempo em achar um bom ângulo para a nossa próxima foto do que apreciando a real sensação do café quente. Escolhemos a melhor faceta do livro que estamos lendo a meses do que focar em  terminá-lo. Que o ser humano vivia no mundo das aparências, desde a época de Platão já discutimos o assunto, mas hoje parece que chegamos no fundo da "caverna". O isolamento nos trouxe, além de um tédio incrível para uns e um medo de morrer para outros, nos trouxe a tona toda esse mundo de aparências, sabemos que a vida não é o que postamos mas teimamos em torna-la encaixável na caixinha de nossos seguidores. 

Com os nossos filhos e filhas fazendo parte de nossas vidas (isso mesmo, pois em muitas famílias eles não faziam parte do dia-a-dia e com a quarentena foram obrigados a fazer) os desafios da parentalidade com fotos bem enquadradas e com um filtro fantástico se tornou corriqueiro e desafiador. Esperamos o único momento do dia que as crianças não estão brigando para dar aquele lindo clique no celular e postar nossa foto do dia sendo o super herói de nossos filhos; ou pior tiramos 10 minutos para tirar a foto do dia com nossos filhos ao invés de tirar 30 minutos para realmente brincar com eles.

Fazemos isso por dois motivos:
1 - Mostrar ao MUNDO como somos capazes de lidar com os desafios da vida sem ajuda de ninguém. Massagear nosso ego.

2- Nos CONVENSER que como somos capazes de lidar com os desafios da vida sem ajuda de ninguém. Massagear nosso ego de novo

Ou seja é um jogo de massagear o nosso enorme ego!
Não pode dar certo ao longo prazo!

E sabe por que não pode dar certo? Por que somos humanos, temos dúvidas, medos, arrependimentos, cansaço e noites mal dormidas. Temos que derrubar alguns pratos para dar ênfase em outros. Temos que escolher os pratos que iremos derrubar. Mas como fazer essas escolhas?


Isso cabe a cada um de nós. Se até para escolher os pratos que iremos derrubar nos pautaremos nas escolhas dos outros, olhando nas redes sociais quais os pratos os seus seguidores querem que você derrube, NÃO IRÁ DAR CERTO!

Além do que o mundo esta se tronando chato demais para ser autentico, escolha por você os pratos que você irá derrubar! Seja autentico ao menos nas escolhas que cabe somente a você e sua família.

Viver das aparências só irá lhe fazer mal.
Creio que alguém já lhe disse isso!

 

 
 

Papo de Pai
Alexandre Colombo
Alexandre Colombo Seguir

Biólogo, mestre em Ecologia, Educador Parental e Pai de dois gurizinhos. Propagador da paternidade ativa e da educação com apego.

Ler conteúdo completo
Indicados para você