[ editar artigo]

Filho de Michael Jordan conta como foi parar no hospital por conta de brincadeira com pai

Filho de Michael Jordan conta como foi parar no hospital por conta de brincadeira com pai

Todo babão conhece Michael Jordan e sabe como ele é um semideus do esporte. Mas, antes de ser um superastro do basquete, Jordan é também um babão, acerta mas também erra, como nós mortais.

Marcus Jordan, filho de Michael Jordan, lembrou de um acidente que aconteceu com o irmão, Jeff, quando eles ainda eram crianças. Em entrevista ao programa The Breakfast Club, a família contou que o pai fez com que o menino levasse 30 pontos na cabeça depois de uma brincadeira.

Filho de Michael Jordan conta como foi parar no hospital por conta de brincadeira com pai - Papo de Pai

Atualmente com 29 anos, Marcus disse que nunca esqueceu a cena  de quando Jeff estava fazendo um touchdown e Michael o atacou contra uma mesa de vidro sem querer. Ele e a irmã, Jasmine, de 27 anos, chegaram a brincar que mesmo o pai sendo uma lenda no basquete, também comete erros em casa, o que fez com que o filho precisasse parar no hospital.

Marcus lembrou também sobre Michael ser muito competitivo, e ilustrou a história: “Quando éramos pequenos, jogávamos futebol de joelhos, imagine jogar futebol ajoelhado com meu pai, certo?

Filho de Michael Jordan conta como foi parar no hospital por conta de brincadeira com pai - Papo de Pai

E então houve uma vez em que estávamos jogando no quarto e tinha uma dessas mesas redondas no final da cama. E Jeff estava fazendo um touchdown, e nunca esquecerei, meu pai atacou Jeff na mesa de vidro”. O acidente fez com que o menino levasse 30 pontos e resultou em uma lesão grave na cabeça.

Filho de Michael Jordan conta como foi parar no hospital por conta de brincadeira com pai - Papo de Pai

“Eu pensei que ele estava morto”, disse falando sobre o desespero. “Quero dizer, você podia literalmente ver a carne e o crânio. Eu e Jasmine estávamos aterrorizados, estávamos chorando”. O filho mais novo de Michael ressaltou que aquilo não passou de um acidente. “Obviamente, foi um acidente. Ele ainda era competitivo, mas definitivamente poderia desligar isso e ser pai”, concluiu.

Ler conteúdo completo
Indicados para você