[ editar artigo]

Disciplina Positiva

Disciplina Positiva

Olá, eu vou conversar com vocês, semana a semana, sobre Disciplina Positiva. Mas  você sabe o que ela significa e como ela pode mudar sua vida?

Um certo dia, a gente aprendeu que para um ganhar outro tem que perder. Não sei ao certo de onde veio essa definição – possivelmente das teorias de Estado e sistemas, que geraram também as competições, mas eu tenho uma revelação para você: É POSSIVEL QUE AMBOS GANHEM.

Nessa nova era, a que estamos vivendo durante e pós pandemia, e que será o legado que deixaremos para as próximas gerações, só existe essa realidade, a de compartilhar. O espirro na China afeta sua plantação no Brasil. A vida de alguém nos EUA importa tanto quanto a sua.

E é por isso, e para isso, que estamos aqui. Para crescer, evoluir. E isso não considera apenas acúmulo de riquezas, mas sim o quanto você conseguiu transformar - a si mesmo e ao ecossistema.

E sim, a Disciplina Positiva é uma nova forma de olhar, sentir e viver não exclusiva de mães. Aqui sei que falo diretamente com muitos pais, e a DP é fundamental para qualquer HUMANO que cuide da vida de outro HUMANO. Especialmente se queremos transformar vida de gerações, o pilar PAI é MUITO IMPORTANTE.

Errar, acertar, tentar novamente. Isso vale para pais, filhos, casais, trabalho, tudo. Ao incorporar esse conceito, e aceitá-lo como o melhor para você e para a humanidade, é o que faz a mudança.

VAMOS COM CALMA

A história da evolução é longa, longa mesmo. São milhões e mais milhões de anos para chegarmos neste modelo supermoderno que temos há apenas milhares de anos. Quando olhamos a estrutura craniana dos nossos antepassados, vemos que ela era absurdamente menor que a nossa. Ou seja, em poucas palavras, nosso cérebro aumentou.

A parte desenvolvida, que chamamos de córtex pré-frontal, dá para nós a “Ferrari” dos cérebros em comparação aos outros modelos. Esta região, que fica logo atrás da nossa testa, é responsável pela nossa regulação emocional, tomada de decisões, controle de impulsos e outras tantas qualidades diferenciadas dos humanos.

Considerando o tempo em que esta região está sendo exercitada e toda a sofisticação desse “hardware”, ela não está madura até mesmo depois dos nossos 21 anos! Ela vai se construindo ao longo da infância e adolescência, e as conexões desses circuitos são moldadas a partir das experiências pelas quais ela é exposta. Notícia boa!

Podemos continuar todos os dias trabalhando neste sistema para que ele se forme, se conecte e se reconecte de maneira saudável. Qual é a sua estratégia para continuar “gerando” o cérebro dos seus filhos?

 

Papo de Pai
Kate Amaral
Kate Amaral Seguir

Kate Amaral é educadora certificada em Disciplina Positiva. Sua jornada teve início com a maternidade, e todos os aprendizados que a acompanham e atua com o desenvolvimento de pessoas, famílias e empresas

Ler conteúdo completo
Indicados para você