[ editar artigo]

De acordo com a ciência, os pais possuem sim um filho favorito

De acordo com a ciência, os pais possuem sim um filho favorito

Me diz uma coisa, babão, gostaria de saber se você é uma pessoa que tem um ou mais irmãos. Se a resposta for sim, certamente você se identificará muito com este artigo. Desde a infância,a percebemos que nossa mãe ou pai sempre mimam mais um filho do que outro, embora sempre enfatizem que não é assim.

Um estudo indica que apesar de amar seus filhos incondicionalmente, eles sentem mais empatia por um deles. Leia com muito cuidado quais são as razões que tornam isso evidente.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, chegaram a essa conclusão após estudar 384 famílias.

De acordo com a ciência, nós babões temos um filho favorito - Papo de Pai

Descobriu-se que 70% das mães e 74% dos pais admitiram que preferiam um de seus filhos. E, embora não tenham especificado qual é o seu favorito, os pesquisadores acreditam que ele é sempre o filho mais velho. Parece sem sentido, eu sei. Mas 

Na maioria das 384 famílias estudadas, o primeiro filho sentiu que suas conquistas foram mais valorizados pelos seus pais do que seus irmãos mais novos, e os pesquisadores afirmam que pelo fato das mães e pais estarem vivendo as experiências de maternidade e paternidade pela primeira vez, isso acaba os tornando mais memoráveis.

Afinal, meninas e meninos, quem são os favoritos?

De acordo com a ciência, nós babões temos um filho favorito - Papo de Pai

Outro estudo da Universidade de Purdue, nos EUA, disse que as meninas são sempre as favoritas.  E quando elas chegam à adolescência, ao contrário da infância quando são muito mais obedientes e ligadas a seus pais, tornam-se mais rebeldes e perdem seu favoritismo.

Como você pode notar, meu caro babão, aqueles que eram os filhos mais velhos são os favoritos dos pais. Isso significa, mas é claro, que essa regra pode ser quebrada e pode ser qualquer outro membro da família. Você é o filho favorito de seus pais? Pois aqui vai alguns truques para ajudar você, babão, praticar a parentalidade de maneira mais igual. Afinal, nós adoramos uma lista.

5 dicas para uma parentalidade mais justa

De acordo com a ciência, nós babões temos um filho favorito - Papo de Pai

1. Tenha consciência do que faz. O primeiro passo é estar ciente de que isso acontece e procurar ajuda ou apoio de parceiros, familiares, amigos ou profissionais de saúde, para tentar entender por que isso acontece. Lembre-se de que escolher um filho favorito é mais provável quando os níveis de estresse estão altos.

2. Ouça. Quando seu filho reclamar ou você vir brigas entre irmãos, nos quais eles mencionam que um está sendo mais beneficiado pelos pais do que o outro, tente não ignorar esse fato sugerido pela criança. Seja receptivo aos sentimentos dela e pense o que em seu comportamento como pai tem feito com que ela tenha essa sensação.

3. Dê uma explicação. Algumas vezes, as crianças precisam ser tratadas de maneira diferente, como quando uma está doente, ferida ou tem necessidades especiais. Quando isso acontecer, explique ao outro a situação para evitar qualquer mal-entendido.

4. Evite comparações. Embora possa ser uma tendência natural dizer coisas como “por que você não pode se parecer mais com sua irmã?”, isso estabelece uma comparação injusta. Tente se concentrar no que cada criança faz bem, sem colocá-las uma contra a outra.

De acordo com a ciência, nós babões temos um filho favorito - Papo de Pai

5. Estabeleça um tempo individual com cada filho. Na medida do possível, tente encontrar 10 minutos por dia para passar sozinho com cada criança, para que elas tenham sua atenção exclusiva por um tempo. Aproveite para fazer com alguma atividade preferida dele.

Ler matéria completa
Indicados para você