[ editar artigo]

Pesquisa revela: crianças herdam a inteligência de sua Mãe, não de seu Pai

Até muito recentemente, era aceito que ambos os pais tinham uma influência igual sobre a inteligência dos filhos. No entanto, segundo apontou esse estudo, as Mães têm um impacto muito maior sobre as habilidades cognitivas do seu filho do que os Pais.

Agora, é importante entender que esta pesquisa é bastante controversa. A maioria dos estudos que afirmam descobrir o funcionamento enigmático da inteligência muitas vezes evocam um debate apaixonado. Além disso, a genética é uma arena científica altamente complexa e multifacetada. Estão sendo continuamente produzidos estudos que procuram rejeitar - ou alterar seriamente - tudo que foi descoberto antes.

O Papel dos Cromossomos X e Y

 

Pesquisa revela: crianças herdam a inteligência de sua Mãe, não de seu Pai - papodepai.com

Muitas pessoas não têm muito conhecimento sobre genética, por isso vamos lembrar 3 conceitos básicos. Isso tornará a leitura e compreensão do restante deste artigo muito mais fácil.

1. Um cromossomo é uma estrutura semelhante a um fio, constituída por ácidos nucleicos e proteínas. Eles carregam informações genéticas.

2. Cada ser humano carrega um par de cromossomos em cada célula.

3. As mulheres têm dois cromossomos X. Os homens têm um cromossomo X e um cromossomo Y.

"Genes Condicionados"

 

Pesquisa revela: crianças herdam a inteligência de sua Mãe, não de seu Pai - papodepai.com

Os genes condicionados, no sentido mais básico, são aqueles que são específicos do gênero. Como regra, as propriedades genéticas dos genes condicionados são ativadas ou desativadas dependendo da designação específica e, subsequentemente, das propriedades genéticas que estão a ser influenciadas.

Os genes condicionados contêm inerentemente um sistema de "marcação", que é constituído por material bioquímico. Este sistema de marcação permite duas coisas importantes: I - rastreamento para o ponto de origem do gene; II - determinação de um estado ativado ou desativado dentro do corpo. Os genes ativados irão influenciar o desenvolvimento genético, enquanto os genes desativados não.

Ao segundo ponto, se uma característica individual é influenciada através da Mãe, os genes Paternos são desativados. Inversamente, se um atributo sofre influência através do Pai, os genes Maternos são subsequentemente desativados. Os mecanismos dos genes condicionados formam a base do estudo de inteligência.

Resultados do estudo e história relacionada

 

Pesquisa revela: crianças herdam a inteligência de sua Mãe, não de seu Pai - papodepai.com

Acredita-se que a cognição seja influenciada principalmente pelo cromossomo X. Teoricamente, as mulheres são mais propensas a influenciar a cognição, pois elas possuem dois cromossomos X, enquanto os homens carregam apenas um. Claro, há muito mais para a teoria do que o número de cromossomos X.

É aqui que os genes condicionados (lembra?) entram em jogo. A inteligência é pensada para ser um gene altamente condicionado - um gene condicionado que vem diretamente da Mãe.

Neste estudo, os cientistas usaram ratos geneticamente modificados para testar sua hipótese. Eles descobriram que testes embrionários que foram administrados predominantemente com material genético Materno desenvolveram um crânio e cérebro desproporcionalmente maiores e corpos muito menores. Aqueles nos quais foram administradas quantidades desproporcionais de material genético Paterno, desenvolveram um corpo maior, mas crânio e cérebro menores.

[adinserter block="8"]

Além do tamanho do crânio e do cérebro, os pesquisadores fizeram outras observações interessantes. Em primeiro lugar, identificaram seis áreas do cérebro que continham apenas genes Maternos ou Paternos. Em segundo lugar, não encontraram nenhum material genético Paterno dentro do córtex cerebral - a área do cérebro responsável pelo funcionamento executivo, como a linguagem, o planejamento, o raciocínio lógico e o pensamento avançado.

A ideia de que as Mães têm uma influência desproporcional na inteligência de uma criança não é nova. Em 1984, Pesquisadores da Universidade de Cambridge estudaram o desenvolvimento do cérebro (denominado "co-evolução") e condicionamento genômico. Eles concluíram que a genética Materna contribui mais para os centros de pensamento do cérebro que a Paterna.

Em um outro estudo particularmente notável, Pesquisadores de uma agência governamental na Escócia seguiram um grupo de 12.686 pessoas entre 14 e 22 anos. Todos os anos, os pesquisadores entrevistariam os sujeitos enquanto observavam o desenvolvimento intelectual, considerando vários fatores, da educação à etnia. Os cientistas afirmaram conclusivamente que o QI da Mãe foi o melhor preditor de inteligência.

Conclusão

 

Pesquisa revela: crianças herdam a inteligência de sua Mãe, não de seu Pai - papodepai.com

Sem dúvida, as conclusões deste e outros estudos relacionados à inteligência continuarão a ser avaliados e examinados. Como mencionado, nenhum estudo científico que faça reivindicações para o desenvolvimento do intelecto será plenamente aceito por todos.

No entanto, se há uma conclusão que pode ser alcançada é a seguinte: as Mães têm uma influência significativa sobre as habilidades cognitivas de seus filhos. Elas certamente desempenham um papel muito maior para o desenvolvimento intelectual das crianças do que pode ser entendido por uma experiência genética.

 

 

Fonte: Power Of Positivity | Tradução e adaptação: Redação Papo de Pai

[adinserter block="1"]

[adinserter block="3"]

Ler matéria completa
Indicados para você