[ editar artigo]

Annabelle e o Medo

Annabelle e o Medo

A polêmica Annabelle está de volta e o brasileiro já criou seus memes.
Mas o assunto do medo é SÉRIO. Primeiro vamos entender a polêmica.

No dia 02 de agosto a Warner Bros. Pictures divulgou um vídeo onde mostra o que a boneca amaldiçoada Annabelle estava fazendo na quarentena e no final do vídeo eles sugerem que ela tenha fugido dos estúdio. Os brasileiros já começaram a fazer memes e sugerir que ela tinha vindo ao Brasil.

Até aí, nada de mais. Apenas a mente criativa dos brasileiros funcionando. Veja o vídeo:

Mas os memes estão chegando nas crianças e PRECISAMOS falar sobre o MEDO.

Logo me surgiu algumas frases clichês que ouvimos de pais e cuidadores sobre o medo das crianças:
"...para com isso menino, isso não existe"
"...pare de bobagem, não tem ninguém embaixo da cama"
"...não tem porquê ter medo”
Dentre milhares de outras ditas e ouvidas por nós, em nossa infância.

Pensando que estamos ajudando a criança a perder o medo, usamos essa retórica mas nos esquecemos que o medo surge quando você acredita, de verdade, que irá sofrer algo. 

Por isso seu corpo toma uma "atitude" e ativa mecanismos de defesa e de sobrevivência que o prepara para agir e/ou fugir (dilata as pupilas, aumenta a pressão sanguínea, redireciona o fluxo sanguíneo,  aumenta da ventilação pulmonar, reduz a secreção intestinal, dentre outras ações fisiológicas). O medo fez com que a raça humana chegasse até aqui. 

PORTANTO não despreze o medo ds crianças, evite diminuir, evite dar a sua visão de adulto sobre as coisas nesse momento.


Pense que para aquela criança tudo aquilo é REAL.
Tome essa oportunidade como um momento de escuta, de apoio e um oportunidade de se conectar deixando clara a sua intenção de ajudar e de não desprezar os sentimentos da criança.

ACOLHA!
CONECTE-SE com a situação e proponha afeto, estimule a expressão das emoções.

Que tal dizer:
- Como podemos pensar juntos uma forma de enfrentar esse medo?
- Como podemos juntos lidar com isso?
- Do que exatamente você esta com medo? Esse monstro esta aonde? Como podemos manda-lo embora juntos?


Faça perguntas e ajude a criança e expor seu medo, para que vocês possam pensar juntos em uma solução.

Nunca despreze o medo!
Ele é real e trás ações biológicas ao corpo de todos nós.

E lembre-se que os adultos também têm medo, apenas os "monstros" são diferentes. 
 

Papo de Pai
Alexandre Colombo
Alexandre Colombo Seguir

Biólogo, mestre em Ecologia, Educador Parental e Pai de dois gurizinhos. Propagador da paternidade ativa e da educação com apego.

Ler conteúdo completo
Indicados para você