[ editar artigo]

Aluna leva sua filha para a aula e professor reage de forma especial

Algumas vezes, a estudante de Design, Thami Maitra dos Reis, 27 anos, de Uberlândia (MG), precisou levar para a faculdade sua filha Bruna, 8 anos. Muitos professores comentam algo como “se ela ficar quietinha, ela pode ficar”. No entanto, a atitude de um professor chamou atenção. Além de recepcionar super bem a menina, ele fez questão da sua participação na aula!

Aluna leva sua filha para a aula e professor reage de forma especial - Papo de Pai

A Thami registrou esse momento em seu Twitter e a publicação viralizou. E olha que legal: não é a primeira vez que o professor reage de forma tão encantadora com Bruna!

O professor da publicação chama Lu de Laurentiz e ele é da Universidade Federal de Uberlândia. As fotos são do final de maio, da aula de Geleia Geral – que fala sobre o movimento tropicalista e a estética pós-moderna.

Aluna leva sua filha para a aula e professor reage de forma especial - Papo de Pai

Nas aulas das outras disciplinas, Thami contou que a filha fica quietinha e entretida com os brinquedos, gibi e coisas de colorir que ela leva para a menina. Mas, com o professor Lu é diferente! Ele incentiva Bruna a participar ativamente da aula e até coloca o nome dela na chamada!

Apresentação de trabalho

Aluna leva sua filha para a aula e professor reage de forma especial - Papo de Pai

Além disso, quando tem apresentação de trabalho, o professor fala para a Bruna também fazer o dela e a convida para apresentar na frente da sala. “Isso fez com que ela se sentisse muito à vontade na aula. Ela pede para eu explicar o que deve ser feito e ela mesmo faz e apresenta sozinha!”, contou Thami.

Thami relatou que a filha adora as aulas do Lu e faz questão de fazer todos os trabalhos! “Um dos primeiros trabalhos era fazer um autorretrato, ela pediu para eu ensinar a colocar o celular para disparar a foto sozinho, depois para fazer uma intervenção na foto usando o Photoshop.”

Universitária e mãe

Os pais de Thami não moram em Uberlândia. Além disso, o pai da Bruna, com quem compartilha guarda da filha, também estuda numa universidade e os pais dele não vivem na cidade.

No começo do ano, a filha estudava em horário integral numa escola estadual que entrou em greve, e por conta disso, ela precisou revezar os dias e horários que levaria Bruna para a faculdade com o pai.

Aluna leva sua filha para a aula e professor reage de forma especial - Papo de Pai

“Então somos só nós dois mesmo. Quando a escola dela entrou de greve pela segunda vez, nós resolvemos apertar um pouco e pagar uma escola particular. Agora, ela só vai comigo nas aulas da noite”, disse.

Ler conteúdo completo
Indicados para você