[ editar artigo]

7 dicas para criar seus filhos longe da masculinidade tóxica

Eu sei que você já deve ter esbarrado com inúmeros clichês que identificam o que é ser "macho de verdade". Acredito que todo babão que já foi a um estádio de futebol ouviu frases de efeito como: "Juiz viado! Vai dar meia de c...", não é? E depois viu um filho junto, replicando o papel descontrolado do pai. O comportamento bestial dos torcedores do Cruzeiro pós rebaixamento diz muito sobre o que o homem acha ser o certo e justificável, inclusive em coisas onde ele não tem nenhum controle.

Tem também o colega de trabalho que fica transtornado quando você não se interessa pela menina bonita que está te olhando de forma penetrante. Ele deve ter dito algo do tipo: "Vai lá, ela ta dando mole, é só pra dar uma e já era". E ficaram inconformados quando você disse que tem namorada ou é casado.

7 dicas para criar seus filhos longe da masculinidade tóxica - Papo de Pai

Mais um exemplo. Você é criança, tem seus 12 anos, está andando de skate e acaba caindo. Se esboçou alguma reação de que poderia chorar, você certamente escutaria: "Para com isso mano, homem que é homem não chora, para de viadagem!".

Pois é babão, esses e outros momentos parecidos fazem parte de uma cultura que incentiva o homem a ser extremamente viril, bruto e sem sentimentos expostos. O termo "masculinidade tóxica" surgiu a partir de discussões sobre esse tipo de comportamento.

7 dicas para criar seus filhos longe da masculinidade tóxica - Papo de Pai

Homens são incentivados desde cedo, pela própria família inclusive, a serem machos a todo custo. O resultado disso nada mais é do que um homem muitas vezes inseguro, homofóbico e violento. 

Listamos aqui 7 características que todo babão precisa trabalhar melhor em seu íntimo, até porque somos pais e, como tal, não podemos passar isso para frente. Então vamos lá.

1 - Homens não choram

7 dicas para criar seus filhos longe da masculinidade tóxica - Papo de Pai

Essa frase pode ter sido dita por você, direcionada ao seu filho. Com certeza já lhe foi dita. Em uma sociedade que ensina homens a reprimirem seus sentimentos isso é bem comum. Os mais antigos acreditam que as emoções são pertinentes apenas a mulher. 

Se o homem tem sentimentos é porque é triste ou gay. Não caia nessa babão, não tem nada de errado se o seu filho chorar ou se emocionar, até o andróide do Exterminador do Futuro se emocionou antes de mergulhar e derreter sua carcaça naquela fervura e dizer adeus (e ainda fazer um jóinha). Crie seu filho para que ele se sinta aberto ao diálogo, a se expressar e estará criando um homem sem frustrações emocionais e seguro, bem resolvido.

2 - Precisamos brigar

7 dicas para criar seus filhos longe da masculinidade tóxica - Papo de Pai

 

Isso é quase que um padrão em nossa sociedade, aprendemos que precisamos saber nos defender para não apanhar. Que a resolução de certos problemas só tem como acontecer diante de um confronto físico. Nos tempos atuais, muitos reacionários argumentam que a masculinidade tóxica cria heróis como os soldados de guerra. Bobagem, pura e simples.

Quem cria guerra é porque não está aberto a discutir, e aí babão, já está tudo errado. A violência nasce onde morre o diálogo. Vivemos tempos de radicalização e normatização da agressividade como algo inerente ao homem. 

Além disso, essa mesma postura vai se estender ao comportamento que temos com as mulheres, se impondo e anulando a voz feminina de qualquer diálogo. Não precisamos disso, homem nenhum precisa raciocinar como lutador de MMA dentro do octógono. 

3 - Roupa azul é coisa de menino

7 dicas para criar seus filhos longe da masculinidade tóxica - Papo de Pai

Essa é, além de tudo, ultrapassada e brega. Estamos em 2019 babão! Pega até mal vir com argumentos como "futebol não é pra mulheres" ou "você não gosta de esportes? Você é homem pô!". Outro dia vi um distinto senhor na farmácia tirando da mão do seu filho, que devia ter uns 5 anos, uma chupeta rosa e dizendo que rosa é só pra irmã dele. 

Não podemos deixar que nossos filhos cresçam achando que existem regras que separam o que um homem pode ou não fazer ou que mulheres tenham que se limitar a "coisas de menina". Podemos, e devemos, criar uma sociedade melhor que isso não concorda? 

4 - Meu filho não pode ser fresco

7 dicas para criar seus filhos longe da masculinidade tóxica - Papo de Pai

Para a maioria das pessoas homem de primeira, homem que é homem mesmo, não brinca com coisas de menina. Esse conceito é, antes de qualquer coisa, misógino e homofóbico. Usar o feminino ou gay como um problema é o preconceito exposto da maneira mais crua possível. Não caia nessa, homem que é homem não precisa posar de Incrível Hulk o tempo todo. 

5 - Homem tem que querer fazer sexo, sempre

7 dicas para criar seus filhos longe da masculinidade tóxica - Papo de Pai

Isso está ligado diretamente a legitimação da virilidade. Aposto que você babão já se deparou com a cena de amigos em uma mesa de bar se gabando sobre quantas mulheres cada um já levou para a cama. Confesso que quando um amigo começa a me contar suas aventuras sexuais minha cabeça fica igual a do Homer Simpson quando está pensando, um vazio com um barulho de vento ao fundo.

Isso faz parte do imaginário de que agindo como predador sexual o homem está mais próximo do seu ideal. Esse comportamento cria expectativas difíceis de alcançar e pode até resultar em problemas de impotência. É a partir daí, inclusive, que surgem homens que assediam mulheres na rua. Se você tem um filho adolescente, preste atenção nesse tipo de comportamento bem comum nessa fase. Não precisa reprimir, apenas converse abertamente, para que ele entenda que é preciso valorizar nossos relacionamentos. Quem valoriza as mulheres se torna muito mais interessante.

6 - Homem responsável é molenga

7 dicas para criar seus filhos longe da masculinidade tóxica - Papo de Pai

Ajudar em casa, não deixar sua mulher carregar todo o peso da criação dos filhos, carregar o bebê no colo, são coisas que, de acordo com os Rambos de plantão, tornam o homem "dominado". Não podemos deixar nossos filhos serem criados nesse ambiente. Não existe responsabilidades exclusivas ao homem ou a mulher. Um homem que divide as tarefas do lar terá uma família mais harmoniosa, uma mulher feliz e uma vida bem menos estressante. 

7 - Homens são assim...

7 dicas para criar seus filhos longe da masculinidade tóxica - Papo de Pai

Não babão, homens não são máquinas pré definidas, nosso cérebro não é um chip de celular. Não existe comportamento inseparável da condição de ser macho. Nas redes sociais esse tipo de argumento é utilizado para justificar toda e qualquer atitude machista e preconceituosa. Os homens tendem a ver isso como um ataque pessoal.

Não deixe que seu filho cresça pensando que tem certas coisas que não tem jeito, homem faz mesmo. Precisamos desintoxicar a masculinidade e o melhor jeito é começar pela educação dos nossos filhos.

Quer ficar por dentro de tudo o que está rolando no Papo de Pai? Então conheça a nossa mentoria, faça parte do nosso grupo e siga a gente nas redes sociais: Facebook | Instagram | Youtube | Twitter

Ler matéria completa
Indicados para você