[ editar artigo]

4 maneiras de amenizar os conflitos em família durante a quarentena

4 maneiras de amenizar os conflitos em família durante a quarentena

Já não é novidade pra ninguém a forma como a quarentena tem modificado rotinas e afetado famílias por inteiro. A necessidade de manter-se em casa, cuidar da saúde, dos filhos e garantir que o salário dure até fim do mês, pode afetar não só a saúde dos pais mas interferir diretamente no convívio familiar.

Esse período difícil ao qual todos estamos aprendendo lidar à medida que vivemos, não escolhe classe social, nem tão pouco modelos específicos de família, e tem provocado a separação de casais dos mais diversos, que vão desde Arthur Aguiar e Mayra Cardi que já são pais à Luísa Sonza e Whindersson Nunes casados a pouco mais de dois anos.

Sabemos que, em famílias de baixa renda, esses problemas podem se dar de maneira ainda mais intensa, isso porque os conflitos em casa se tornam mais complexos quando além do convívio o que se está em jogo é o pagamento das contas ou até o alimento na mesa.

Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) o Brasil terminou o primeiro trimestre de 2020 com 1,218 milhão de pessoas a mais na fila do desemprego, todo esse contingente precisa agora não só manter-se em casa mas lidar com os riscos que representam a contaminação pelo Covid-19.

Todo esse cenário se mostra ainda mais sufocante para as famílias que possuem crianças e idosos em sua composição, o cuidado mais intenso que o aumento nos casos de Covid-19 tem exigido, sobretudo para os idosos que representam grupo de risco, e os perrengues enfrentados pelos pais na tentativa de garantir o ensino e aprendizado das crianças em meio à quarentena pode desgastar ainda mais as relações em família.

Nesse sentido mostra-se sempre positivo ressaltarmos algumas formas de amenizar os conflitos em meio a esse período tão delicado sobre o qual todos estamos passando:

1- O cuidado precisa ser intensificado com os idosos, mas estes não precisam sofrer abandono, mantenha sempre contato e garanta que aquele seu familiar em idade mais avançada tenha com quem contar nesse período de dificuldades;

2- Não permita que o estudo em casa seja desagradável para você, tão pouco para seus filhos, procure horários ideais para o aprendizado, dedique-se a estudar com sua(as) crianças e procure formas prazerosas de compartilhar o aprendizado, é importante lembrar que o ensino nesse período deve ser acompanhado não só pela mãe, mas também pelo pai;

3- Divida os problemas e tarefas domesticas em casal, procure o diálogo constante como maneira ideal para resolver os problemas, evite tomar atitudes em momentos de conflitos e garanta que sua parceira(o) tenha com quem desabafar já que esse momento se mostra difícil para todos;

4- Evite conflitos e discussões, sobretudo na frente das crianças e lembre-se sempre de verificar se a família vizinha não precisa de ajuda, é sempre bom lembrar que em períodos de isolamento os casos de violência doméstica e infantil se intensificam, então sob suspeita acione a policia ligando para o 190.

Além de todas essas medidas, é bom saber que a vida de casal e em família não deve tirar de você sua individualidade, reserve sempre um momento para você, reflita sozinho(a) sobre a vida ou sobre aquele problema que a tempos te incomoda, escute aquela música que te faz bem ou apenas fique em silencio, isso vai recarregar suas energias e alimentar seu ânimo para recomeçar.

Papo de Pai
Fábio Júnio
Fábio Júnio Seguir

Fábio Júnio, Professor, técnico em Magistério e discente de L. Pedagogia, fascinado pela docência, ensino e educação. Numa urgência, sem pressa!

Ler matéria completa
Indicados para você