fbpx
Lendo Agora
As histórias em quadrinhos podem sim ajudar seu filho a gostar de ler

Temos o costume óbvio de incentivar o hábito de leitura de nossos pequenos oferecendo opções de livros infantis ou levando nossos filhos a livraria, para que ele escolha a obra de seu interesse. Acontece que nem todas as crianças demonstram o interesse imediato na leitura, ao menos nesse formato, e isso pode frustrar muitos babões.

Subestimado por muitos, as histórias em quadrinhos, ou apenas hqs como costumam ser chamadas, são um instrumento valioso no incentivo a leitura e também no aprendizado geral.

Histórias em quadrinhos podem sim ajudar seu filho a se interessar por leitura

Até o ano passado, a filha de Kevin Yu, agora com 8 anos, Olive, não gostava muito de ler livros por prazer. Mas então, Olive descobriu a série de graphic novels Dog Man, e tudo mudou. Basicamente, Graphic Novels são quadrinhos lançados em formato de livro, geralmente histórias fechadas.

Nós a pegávamos lendo na cama à noite sozinha e pensávamos: Tenho orgulho de você, mas vá para a cama!’”

Agora, ela implora aos pais por novas hqs na feira de livros escolares e relê todos os livros de Dog Man e o Capitão Cueca também. Ela também começou a criar seus próprios desenhos em quadrinhos. E, recentemente, diz Yu, ela trouxe para casa seu primeiro livro não gráfico da escola.

As Graphic Novels são aprovadas pelo professor

Histórias em quadrinhos podem sim ajudar seu filho a se interessar por leitura

“Eu costumava considerar as graphic novels como o lixo da leitura”, diz Vicki Fraser, professora do ensino fundamental em Rosemère, Quebec. Mas isso mudou quando ela foi apresentada a uma biografia em graphic novel do franco-canadense Louis Cyr, que ela não podia deixar de lado. 

“Fui rapidamente envolvida na história, e as imagens ajudaram a me guiar, a manter o foco e a tornar a história mais clara”, explica ela.

Agora, as graphic novels são uma parte essencial da sala de aula da 5ª série e ela incentiva suas próprias filhas, de 12 e 14 anos, a lê-las.

Ela diz que as novelas gráficas realmente ajudam seus alunos a se tornarem leitores mais sofisticados , graças a dicas visuais, que ajudam a comunicar a emoção de um personagem, por exemplo. Isso os ensina a entender o tom de um livro, que é uma habilidade que eles também podem usar com textos não gráficos.

Outra habilidade que os romances gráficos ensinam às crianças é a capacidade de fazer previsões sobre o que está por vir no livro que estão lendo. 

“É preciso pensar muito para conectar partes diferentes do texto ou mesmo quadro a quadro”, diz Sean Henderson, professor do ensino médio em Toronto que incorporou novelas gráficas em sua sala de aula. “Muitas habilidades de inferência são necessárias para ler uma novela gráfica.”

E só porque eles têm imagens isso não significa que o vocabulário não seja desafiador. “Às vezes, o vocabulário também é bastante difícil em algumas novelas gráficas, não é apenas uma linguagem simplista, mas eles podem contar com esse visual para ajudá-los. 

E às vezes os visuais realmente contam a história. Você nem precisa das palavras lá ”, diz Fraser.

Outro benefício que Fraser e Henderson notaram é que os romances gráficos são uma ótima maneira de apresentar todas as crianças, independentemente de suas habilidades de leitura, a tópicos desafiadores, como racismo ou pobreza, ou mesmo a eventos históricos que eles talvez não tenham gostado de aprender. 

“Eles permitem que os alunos se conectem às questões de uma maneira mais significativa, porque conseguem ver um personagem e como é a luta deles”, explica Henderson. “É mais imediato e eles são mais capazes de imaginar e realmente entender problemas em nossa sociedade, ou problemas que um personagem está enfrentando”, diz.

As novelas gráficas nivelam o campo de jogo

Histórias em quadrinhos podem sim ajudar seu filho a se interessar por leitura

Os romances gráficos também são muito divertidos, e é por isso que atraem crianças que são leitores vorazes, bem como aqueles que podem ter mais dificuldade com essa habilidadeIsso pode aumentar a confiança dos leitores que se esforçam quando vêem que estão lendo os mesmos livros que os devoradores de livros, diz Fraser.

Kathryn Byrne, vice-diretora da escola primária e especialista em alfabetização, concorda. “As novelas gráficas oferecem a todos os tipos diferentes de leitores acesso ao mesmo nível de história, inferências e imaginação, e dessa maneira maravilhosa que uma história leva você, independentemente da capacidade de decodificação”, diz.

VEJA TAMBÉM
Como determinar a melhor idade para começar o jardim de infância - Papo de Pai

É por isso que ela está completamente bem com sua filha de 10 anos, devorando romances gráficos como Real Friends de Shannon Hale e ilustrada por Leuyen Pham, enquanto reluta em ler livros de tradicionais . 

“Um dos preditores mais importantes da capacidade futura de leitura é o volume e o tempo gasto na leitura”, diz ela. “Enquanto ela está lendo coisas, eu sei que isso está contribuindo para sua capacidade de leitura e melhorando sua decodificação, mesmo que não pareça com o que eu li quando eu tinha 10 anos.” 

Byrne está consciente de fornecer à filha uma ampla variedade de tipos de romances gráficos, incluindo uma variedade de gêneros e livros para diferentes faixas etárias, bem como aqueles que apresentam protagonistas femininas e masculinas.

Tente com seu pequeno

Ao procurar romances gráficos para seu próprio filho, vá a uma livraria independente e peça à equipe que faça algumas recomendações. Os bibliotecários também são ótimos guias. 

Lembre-se de que, embora pareçam quadrinhos, isso não significa que todos sejam apropriados para crianças.  Na realidade, babão, você ficaria surpreso com os temas de algumas Graphic Novels, ou mesmo de alguma hq convencional.

Antes de dar uma novela gráfica para seu filho ler, Fraser sugere que você folheie o livro ou o leia, pois alguns têm conteúdo adulto. E não julgue o conteúdo, os melhores livros são aqueles que mantêm as crianças lendo, então deixe-os fazer o que for mais atraente para eles.

Enquanto os romances gráficos podem ser um trampolim para livros mais longos, algo que Henderson e Fraser viram com seus alunos, todos os educadores nesta história concordam que têm valor autônomo e ajudam a criar leitores independentes apaixonados . 

“As novelas gráficas realmente abrem o mundo da leitura para um público que talvez nunca fosse um leitor genuíno e verdadeiro sem ele”, diz Byrne.

Conteúdo sob licença Creative Commons by nc-sa 2.5 br

Rolar para topo